Entidades sociais e a nota fiscal cidadã

Entidades sociais e a nota fiscal cidadã

SEFAZ APRESENTA BENEFÍCIOS DA NOTA FISCAL CIDADÃ

A ENTIDADES SOCIAIS

 

Estiveram presentes na ocasião representando o Instituto Céu Aberto: Luiza Santana e Lucas Severo, neste momento se busca a ampliação das instituições participantes através de sensibilização sobre a nova campanha O Programa de Educação Fiscal (PEF) da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas promoveu, na manhã desta quinta-feira (9), evento de apresentação da nova campanha da Nota Fiscal Cidadã a cerca de 50 representantes de instituições sociais. A ação foi realizada em parceria com a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) e busca a sensibilização das entidades sobre os benefícios do projeto. 

A Nota Fiscal Cidadã substituirá a Nota Fiscal Alagoana e trará mais benefícios aos participantes, tanto na modalidade pessoa física quanto instituição social. A nova campanha permite, além do acúmulo de créditos, a premiação em sorteios recorrentes e estimula, de modo mais eficaz, a prática da solidariedade, já que propõe aos consumidores o compartilhamento de notas fiscais com as entidades para que estas aumentem suas chances de premiação durante os sorteios.

Os sorteios serão realizados em datas emblemáticas, como Dia das Crianças e Natal, e somam R$ 300 mil a cada lote. No caso das instituições cadastradas, projetos com detalhes sobre a aplicação dos valores obtidos no sorteio devem ser apresentados para prestação de contas.

“Na nova campanha, as instituições terão mais chances de serem beneficiadas. Antes, elas dependiam da doação de créditos pelos participantes, agora, o que vai acontecer é o compartilhamento de notas fiscais. A cada 50 notas solidárias, a instituição recebe um cupom para concorrer aos prêmios em dinheiro. No final, o ganhador precisará prestar contas sobre a aplicação do prêmio para melhoria dos serviços sociais prestados”, esclareceu a coordenadora de Educação Fiscal, Glacia Tavares. Com a sensibilização, PEF pretende ampliar o número de instituições participantes da campanha. Pelo menos 23 instituições estiveram presentes, entre elas Casa Dom Bosco, Mãos de Alagoas, Comunidade Sagrada Família, Associação Salvador Lyra, Pilares da Solidariedade, Instituto Monsenhor José Augusto de Melo e Fazenda da Esperança.
 

http://www.sefaz.al.gov.br/nfa/

Fonte:Sâmia Laços - Ascom Sefaz